Browsing Tag

tag

Pessoal

Tag: Criança Anos 90 – BEDA #19

19 de agosto de 2017

O internauta que se propõe a fazer BEDA, ele precisa de tags. Essa aqui eu achei meio a toa, mas me lembrou umas coisas engraçadas, então vamo:

1. Fotos da infância.

Salva pelo orkut! Quase não tenho fotos pré-2009, mas as coisas eram mais ou menos assim:

00007-3.jpg

Digitalizar0008.jpg

2. Uma memória boa da infância.

A tia da minha irmã estava construindo uma casa em Arujá (a gente morava na ZL) e não satisfeita em lidar com OBRA, pedreiro, filha e sobrinhas, ela botava mais 2 pré-adolescentes no carro (eu e outra vizinha) toda vez que ia inspecionar a construção.

Chegando lá, ela soltava esses cinco projetos de ser humano e só chamava de volta na hora de alimentar (pão com mortadela e alface preparado onde estivesse menos sujo) ou na hora de ir embora. Adolescente grita e fala e fede e reclama e come, um monte de problema desnecessário, mas ela levava a gente rindo e era maravilhoso.

3. Um cheiro da infância.

Cheiro de cobertor guardado. Fomos todos os primos criados na casa dos meus avós e tios-avós e da minha bisavó, e todas elas tinham esse cheiro de cobertor guardado depois que a gente coloca no sol. Misturado com o cheiro da madeira dos móveis. E com cheiro de planta. Melhor mistura de cheiros.

4. Brincadeira preferida na infância.

Acho que as empresas gastam muito dinheiro com dinâmicas de grupo e ~team building~ quando podiam simplesmente soltar todos os funcionários pra brincar de esconde-esconde. BAITA brincadeira: requer estratégia, estudo analítico do ambiente, exige habilidades interpessoais pra ver quantas pessoas vão caber naquele diminuto esconderijo.

Brinquei de esconde-esconde INTENSAMENTE até os 16 anos de idade, e as crianças do condomínio (a saber: a maioria tinha mais de 14 anos) investiam muito tempo & recursos para tornar o jogo cada vez mais desafiador até que chegou…

A S1ndiCa Tar4dA

Está mulher, no auge dos seus quarenta e tantos anos viu aquele grupo de adolescentes desocupados e ficou TRANSTORNADA. Na cabeça dela, ela decidiu que o esconde-esconde era uma brincadeira de fachada para o que ma verdade seria um grande bacanal. Convocou uma reunião de condomínio para resolver ~nossos instintos adolescentes~ (essa expressão foi usada) propondo a criação de bailinhos (monitorados por ela), onde pudéssemos paquerar uns aos outros de forma controlada. A gente só queria brincar de esconde-esconde, mas tudo acabou ali mesmo.

Eu gosto demais de esconde-esconde.

5. Desenho preferido na infância.

Eu amava um desenho trágico e cheio de desgraceira chamado Os Animais do Bosque dos Vinténs. Era um Grey’s Anatomy com bichinhos, de modo que logo no primeiro episódio um casal de ouriços morria atropelado. Certeza que a Shonda assistia também.

animais-do-bosque-dos-vintens.gif

Pra ter uma idéia do quanto era perturbador, se você procura esse desenho no google, a primeira sugestão que vem é “animais do bosque dos vinténs mortes“.

6. História engraçada da infância.

Eu estava envolvida no incidente que quebrou o braço do meu primo. Conta como engraçado, né? Não pra ele, eu digo (a gente estava brincando de pular de um beliche pro outro).

7. O que você queria ser na infância?

Médica ou professora. Ouvi que o maior desgosto da vida da minha família seria eu virar professora. Fim do ano pego meu diploma de professora, mas não quero ser professora já tem uns 10 anos. É meio confuso.

8. Como você era na escola?

tumblr_mbiashHktn1qc0yog.gif

Medalha de bronze na Olimpíada Brasileira de Matemática de cuja qual participaram 200 mil pessoas. Mais de uma vez tive que comer meu lanchinho na companhia apenas do inspetor de alunos sim.

9. Qual era seu medo na infância?

tumblr_o0lnfpCYiq1twss0oo1_500.gif

Aranhas. E a cena final do filme A Tempestade do Século (que hoje é um dos meus filmes preferidos).

 

BEDA 2017 - Se Organizar Todo Mundo Bloga

Pessoal

Tag: Florzinha Roxa da Gratidão – BEDA #12

12 de agosto de 2017

Eu comecei a fazer esse post como u agradecimento pra pessoas queridas e achei que talvez fosse legal fazer em formato de tag, caso alguém quisesse se juntar ao bonde. No BEDA passado eu criei uma tag que flopou e meio que não flopou e depois decolou sem créditos e vi que lido bem com isso. Então vamo que vamo de novo na tag: Florzinha Roxa da Gratidão.

Escolha 5 pessoas (famosas ou não, conhecidas ou não) e diga porque você é grata a elas. Dê uma florzinha roxa da gratidão pra cada uma e indique amigos no final do post. Beijos e #gratidão.

Diria que tenho andado uma pessoa bem amarga, mas na verdade é que eu sou mesmo, tenho bem pouca paciência na vida. Eu e minha gata Cassandra julgamos e condenamos pessoas várias vezes ao dia.

Tag: Gratidão - APTO 401

Mas quando a gente gosta de alguém a gente gosta de verdade. Eu não dou gratidão pro por do sol não, mas pra essa gente aqui sim:

Nambarinha

Já falei que morar no Copan foi intenso e aquela janela vai ser sempre uma das coisas mais lindas e significativas que passou pela minha vida. Na hora de sair de lá, na correria da mudança, vi que não tinha nenhuma foto minha naquela luz e foi triste demais. Era uma coisa TÃO importante. E não é que Natália surgiu? Ela tirou um sábado inteiro pra ficar comigo e com as gatas. Fotografando e tomando cervejas gostosas. No meio do caos físico e psicológico de uma mudança. Nambarinha não me deu apenas as fotos mais preciosas que já tive, mas nossa conversa e nossas risadas me trouxeram uma paz que eu não sentia em muito tempo. Obrigada, Ná.

Vai Mariana

Mariana é a maior advogada que você respeita, porque ela faz pausas estratégicas pra perguntar se você está bem. Além de toda a objetividade linda e brilhante que você encontra dentro deste mulherão da porra, ainda tem um ser humano com um coração e uma paciência enormes que te carregam no colo de tempos em tempos. Mari você mudou a minha vida e espero que saiba disso, obrigada.

Seu Grego da Imobiliária

Sr. Grego da Imobiliária topou me alugar uma kitnet com caução quando o meu salário estava longe de ser o mínimo recomendado para aquele aluguel. Umas dez imobiliárias já tinham me negado, mas ele topou sorrindo, confiou em mim sem motivo nenhum pra isso, no pior momento da minha vida e foi a melhor pessoa do mundo do começo ao fim do contrato. Seu I., quero poder comprar um apartamento muito caro um dia, só pra poder de pagar comissão, obrigada.

Fernando Haddad

Esse homem, né? Pelas ciclofaixas, pelas ciclovias, pelos corredores, pelo plano diretor, pela Paulista Aberta, uma cidade que fazia sentido (que coisa maravilhosa morar numa cidade que faz sentido), por fazer uma cidade para as pessoas, que tinha tudo pra ser incrível se não fossem justamente as pessoas. Obrigada, Haddad, eu te amo.

Amanda Palmer

Esta mulher escreveu 01 livro inteiro falando sobre essa coisa linda e lógica de nos permitirmos ser legais uns com os outros. A gente apanha tanto, se machuca, fica com fama de trouxa e vai ficando cada vez mais cabreiro e cada vez mais fechado. Aí vem essa entidade vestida de noiva, guiando todos nós pro caminho contrário, falando que é pra confiar no outro sim, que é pra pedir ajuda sim, que é pra ajudar sim, que é pra se abrir. E que se alguém for escroto com você por isso, o problema é da pessoa e não seu. Obrigada, Amanda, por mostrar o óbvio de um jeito lindo.

Tag: Gratidão - APTO 401

 

BEDA 2017 - Se Organizar Todo Mundo Bloga

Pessoal

Tag: 30 anos – BEDA #5

5 de agosto de 2017

Na verdade a tag chama “de repende 30“, mas usar esse nome me dá a idéia de que eu tenho que começar a post pulando na frente de você e gritando “oláááá leitoras”. Desculpa.

Cresci ouvindo a expressão “trintona“. Expressão pesadééérrima. A saber, essa palavra é usada sempre pra dizer que a sua vida acabou: “você viu fulana, uma trintona se vestindo que nem menina“, “você viu ciclana? Trintona e postando selfie“, “trintona de cabelo comprido?!“, “trintona e saindo de shorts, vê se pode.“, “aquela é trintona, se não casou não casa mais” (esse é o que dá mais taquicardia, pois vem seguido do “vai ficar velha sozinha, ninguém vai cuidar”).

Estou quase trintona e pagando aluguel de uma kitnet que tem brinquedos na decoração

Que bom que Deus é Top e colocou Alessandra Negrini e Leandra Leal na nossa vida pra mostrar que é possível sim passar dos 30 melhor e com os paranauê melhor que no resto da vida toda.

1. Quando você irá completar 30 anos?

03 de Setembro de 2018 (é).

2. Você pretende fazer uma festa grande?

Tag: De Repente 30

Não tenho estrutura pra lidar com festas de aniversário no geral, sempre acho que não vai vir ninguém e passo dias em total e completa ansiedade, então: não.

3. Se você pudesse voltar no tempo, quantos anos você gostaria de ter agora?

Tag: De Repente 30

Eu sou preguiçosa demais pra voltar no tempo, só consigo pensar que ia ter que re-resolver vários buchas. Muito trampo, tô de boa, daqui nóis toca.

4. Você já notou alguma mudança no seu corpo? Qual?

Tag: De Repente 30

Emagrecer é TÃO mais difícil! Aos 20, um mês de dieta mequetrefe era uma mudança radical. Aos 30, um mês de dieta radical gera uma mudança mequetrefe.

5. Você se sente velha? Por quê?

Não é uma questão de me sentir velha, é uma questão de achar que tudo está ABSOLUTAMENTE ATRASADO. A USP destruiu bastante o meu Cronograma Pra Vida® e acabei começando muita coisa uns 6/7 anos depois do que achei que ia começar. Eu também não imaginava que São Paulo ia ter os imóveis caros do jeito que tem, que eu ia ter menos ajuda que o esperado, que o aluguel nessa cidade ia ser tipo visgo do diabo.

Quando eu ainda queria filhos, me batia um desespero danado de “só tenho mais 7 anos pra fazer todas essas coisas”, “só mais 6 anos e eu bato no limite de engravidar”, “crescendo nesse ritmo, ZERO chances de bancar uma criança” (o que é estúpido? sim! mas era uma mistura de planos e estilo de vida que só podia mesmo levar ao desgraçamento mental), hoje estou mais tranquila.

6. Você já desejou alguma vez ter 30 anos?

Tag: De Repente 30

Não e acho que aquela menina do filme estava em situ de doida.

7. Na sua infância, como você se imaginava aos 30 anos?

Tag: De Repente 30

Apartamento quitado na Paulista, vários gatos, viajando mais que o Fernando Henrique Cardoso e totalmente GIRL BOSS.

Risos.

8. E como é a sua vida agora?

Tag: De Repente 30

Eu moro de aluguel, tenho duas gatas e só fiz três viagens grandes na vida.

9. O que você pretende ainda realizar aos 30 anos?

Tag: De Repente 30

O maior aprendizado dessa vida é que é que o máximo que dá pra eu fazer e viver direitinho todo dia e ver o que acontece.

10. Você já realizou muitos sonhos?

Tag: De Repente 30

Sim, uns eu não sabia que tinha, outros foi totalmente metendo o louco, a maioria deles não foi nem de longe conforme o planejado.

11. Qual é a loucura Algo grande que você gostaria de fazer ainda aos 30 anos?

(eu odeio a palavra loucura)

Queria passar um mês no Japão.

Tag: De Repente 30

12. Aos 30 anos, qual é o seu maior medo?

Tag: De Repente 30

Tenho medo de não poder pagar meus boletos. Tenho medo do melhor já ter passado. Tenho medo de não ter ajuda quando precisar.

13. Deixe uma mensagem/recado para quem vai fazer 30 anos!

Tag: De Repente 30

Há indícios de que vai ficar tudo bem.

BEDA 2017 - Se Organizar Todo Mundo Bloga