Browsing Tag

BEDA

Pessoal

Vida pós-BEDA: as melhores formas de acompanhar blogs

2 de setembro de 2016

Sabe quando o Lord das Trevas é derrubado e o Dumbledore quase atrasa na entrega do Harry porque passou em várias festas de comemoração no caminho? (que homem!) Hoje eu sou o Dumbledore! Minha vontade é, como disse a Patthy, passar em todos os blogs maravilhosos que participaram desse BEDA pra tomar uma taça de champagne com cada um. <3 QUE GENTE MARAVILHOSA!

Muito obrigada pela indicações e pelas palavras incríveis nesse BlogDay para as gatas: Stephanie, Ana, Cacá, Thay, Ludmila, Paula, Line, Andrea, Lua, Manu, Karine, Nambs, Ju, Maki e Fe. E um agradecimento especial pra Carol que disse coisas tão lindas a meu respeito, que estarei sendo obrigada a imprimir pra mostrar pra minha avó.

Já tem uns dez dias que estou aqui pensando como não deixar esse clima morrer, não deixar esse clima acabar (porém de um jeito elegante e não que nem a Band que tá há mais de ano espremendo tudo que dá do masterchef).

Não podemos deixar a peteca cair.

peteca Se você é jovem: é assim que não se deixa a peteca cair. Pergunte aos seus pais e avós se eles já jogaram peteca (APTO 401 é cultura e união de gerações)

Então, o foco agora é: GENTE, NÃO PODEMOS DISPERSAR!!! Sabe quando você vai num show e se solta por um minuto da mão dos migos e eles desaparecem? NÃO PODE SOLTAR DA MÃO! E nos blogs a gente faz isso assim:

Assine os feeds

Inoreader - uma biblioteca de blogs

Nas minhas últimas andanças pela rede mundial de computadores, notei que ainda existem pessoas que não usam feeds! JOVENS, ESTÁ ERRADO! Os leitores de feed trabalham por você, reunindo todos os posts dos seus blogs preferidos, com várias ferramentas batutas de leitura e não deixam você perder atualizações das lindas e lindos. Todas as instruções estão nesse tutorial lindo do Inoreader (existem outras plataformas, mas já testei várias e só essa me agradou). No nosso grupo tem um arquivo que já puxa a maioria do pessoal que participou do BEDA (atualizá-lo está no meu bullet journal imaginário) . Dá pra criar fácil uma biblioteca de blogs!

Você pode assinar o humilde feed da casa aqui.

Assine os avisos de novos posts

Correio Coruja

Se você não gosta de feeds (miga, primeiramente fora temer, segundamente, reconsidere), também dá pra assinar as atualizações de um blog e receber avisos, diretamente na sua caixa de entrada, quando tem post novo no ar. Vários blogs já oferecem essa brincadeira.

A humilde assinatura da casa pode ser feita no fim da sidebar. <3

Bloglovin’

Blogloving - questão de gosto

Não gosto tanto, mas tem gente que ama. O funcionamento dele é bem parecido com o dos leitores de feeds, mas tem gente que acha mais intuitivo e bonito (é questão de gosto). A  maior vantagem de lá é que fica bem fácil acompanhar quantas pessoas te seguem. Também dá pra programar pra ele divulgar novas postagens automaticamente no Twitter e no Facebook.

Você pode encontrar o humilde link da casa aqui.

Vem pro nosso grupo!

SOTMB - torcida e apoio

Nosso grupo é um suco de amor e apoio! Tem muitas manas (e manos!) procurando parceiros de projetos, dividindo inspirações e se incentivando! Também temos tópicos ORGANIZADÉRRIMOS para divulgação de posts e você pode conhecer muitos blogs legais por lá.

Pessoal

BEDA #31: Blogday 2016

31 de agosto de 2016

E chegamos ao fim do BEDA (ISSO É REAL?!) e hoje não se trata apenas de uma comemoração por 31 dias intensos de post, hoje também é BlogDay (aparentemente porque 3108 forma a palavra blog, sem or, como a gente é brega).

Se já amo o BEDA (que é recente, de 2012!), tenho um sentimento muito mais forte pelo ~dia do blog~, porque lá em 2004, ele deu origem a uma amizade muito especial. Foi nesse dia, em 2004, que eu indiquei Taís, Paula e Cláu em um post. E, de um jeito simples assim, nós viramos uma coisa só. Nós éramos crianças desvendando essa brincadeira que era 50% html, 50% mato. Foi muito simbólico que 12 anos mais tarde, em toda a correria do BEDA, nós quatro tenhamos nos encontrado pela primeira vez. Quatro pessoas absolutamente diferentes , que se conheceram lá, cresceram juntas, se amam até hoje e passaram um fim de semana na minha kitnet.

No BEDA 2016 reencontrei, depois de muitos anos, esse sentimento legítimo de troca e amizade. O SOTMB foi a minha segunda maior alegria nesses 13 anos de blogosfera. O que era para ser um grupo de seis migas, se tornou um encontro de centenas de migos e migas (somos mais de 400!). Um grupo totalmente horizontal em que todo mundo fazia tudo e todo mundo queria ajudar de alguma forma e todo mundo queria estar lá só pela brincadeira e pelo amor e pela diversão. Nunca conhecia tanta gente boa e fofa e determinada. Foi como se “A Arte de Pedir” se materializasse ali (e como nossa miga inspiradora Amanda Palmer ensinou, quando alguém tentava agir de má fé, o problema era deles e não nosso, e nada, nada nos derrubou).

Se no primeiro dia eu já era a bêbada emotiva de fim de festa querendo abraçar todo mundo e soltando vários ~eu te amo~, agora eu queria dar uma festa e chamar todo mundo pra gente ficar bêbado junto (e perder de vez os filtros do eu te amo). Foi uma jornada intensa e maravilhosa!

blogdayBanner by Cacá

São muitas indicações a serem feitas esse ano, a começar pelas cinco migas que embarcaram primeiro nessa loucura:

  • Line: como disse aqui, eu e a Line nos conhecemos há anos, mas só fomos nos conhecer de verdade recentemente. No BEDA ela fez (entre muitas outras coisas) uma série de posts sobre ansiedade e: <3
  • Carol: Apesar de ficar devendo posts sobre sua excelentíssima mãe (sou a presidente do fandom dessa senhora), a Carol fez o que ela faz de melhor que é contar causos (e dar dicas argentinas).
  • Nambs: Os posts da Nambs foram os que mais gostei de comentar no BEDA, porque parecia que tudo, tudo rendia uma conversa ou uma reflexão.
  • Vy: A Vy trouxe de volta os posts diarinho (melhor tipo de post), escreveu gostosos textos sobre a vida na USP e sobre suas muitas viagens, ela até explicou o que uma turismóloga faz.
  • Lari: A Lari é a melhor fotógrafa que você vai conhecer na vida.

E teve o núcleo que está aqui sempre e não falhou nesse momento de luta:

E teve a parte maravilhosa de conhecer gente linda demais!

  • Jennifer Geraldine: Foi o primeiro blog que conheci nesse BEDA e já soube ali que: <3
  • Mareska Who: trouxe várias coisas legais pro BEDA e tem sinais de ~louca da papelaria~ que nem a gente.
  • Eu Não Nasci nos Anos 80: Esse nome + um monte de amor por Stephen King = quero ser miga.

E tem TANTAS outras pessoas maravilhosas, mas é quase meia-noite e se eu não for dormir logo as gatas saem da rotina.

Brinde Leonardo DicaprioBEDA 2016, um brinde! BEDA 2016 >>>> abismo >>>> oscar do Leo

Feliz blogday! (eu amo todo mundo!)

BEDA 2016

Lifestyle

BEDA #30: Os encontros do Blogueria

30 de agosto de 2016

Amanhã é #BlogDay, chegaremos ao fim do BEDA (ISSO É REAL?!) e além de indicar blogs maravilhosos que participaram dessa longa (longa, enorme, infinita) caminhada de 31 dias, é possível que eu faça textão de ~lá em 2003, quando eu comecei…~ e etc. Na tentativa de minimizar as histórias em torno da lareira e encurtar a sessão de Conselhos aos Jovens™, optei por começar com o saudosismo hoje, com um breve recapitula dos encontros Blogueria que tive até aqui:

(se você chegou agora, Blogueria era o nome de um grupo de blogueiros e servia, basicamente, pra gente se encontrar)

2007 – Na Cervejaria quando ainda não chamava Blogueria

Blogueria

Em julho de 2007, as blogueiras decidiram que iam se encontrar! A gente marcou na catraca da estação Santa Cruz, aqui em São Paulo, e rumou para uma cervejaria dentro do shopping. Câmeras digitais ainda eram bem caras na época e não era todo mundo que ficava postando a fuça online (até por questões de segurança) então as pessoas iam chegando e se encarando meio desconfiadas, até rolava um “Ei, você é a Nicas?“.#momentos

A maioria de nós nunca tinha se visto pessoalmente e, meu deus, como a gente FALOU esse dia (eu levei meu primo, porque de lá a gente ia pra outro rolê e ele quis morrer, nunca me perdoou). Esse encontro também contou com algumas mães que queriam ter certeza que as filhas não estavam indo encontrar um bando de doidos.

2007 – Mercado Mundo Mix

Blogueria

Pode ser que aqui a gente já tenha adotado o nome de Blogueria (questões). Lembro muito pouco desse encontro, tanto que eu conheci a Line nesse dia (e que hoje é uma grande parça), mas não tenho nem a mais remota lembrança.

2007 – No Capricho

Blogueria

Esse dia foi da hora. A Adelia veio de Recife e nós ganhamos bottons com o símbolo do Blogueria. Hoje a gente vê que eram só 15 pessoas, mas na época parecia TANTA gente! Rolou algum sorteio ou vouchers de campanha que algumas meninas estavam fazendo e eu acabei ganhando uma sessão de fotos, um toy art e uma sandália, melhor dia.

2007 – Amigo Secreto Natal

Como a gente era organizada, né? A gente sorteou tudo certinho e ninguém furou na hora de ir entregar. Marcamos em um bar perto do Trianon, chegou lá era um bar de tiozão, com um telão que só mostrava vídeos alfa fm e que a gente dominou e colocou o DVD novo das Spice Girls que a Vivi ganhou. Foi melhor que Karaokê.

2008 – Pic-Nic

Blogueria

É desse dia pra frente que oficializei a camaradagem ‘cas miga Carol e Rhariane, tava frio, todo mundo furou, mas um amor nos unia: a comida.

2008 – Amigo Secreto de Páscoa

Blogueria

Mais um dia em que se organizar direitinho, todo mundo aparece e troca os presentes. A entrega foi naquela sorveteria Alaska (que desde então juro que vou voltar todo santo verão, mas segue em frente tem outros verão).

2008 – Encontrinho (não oficial) na Liberdade

Porque se alguém de fora vinha pra São Paulo, a gente fazia encontro também. <3

2010 – Brechó

Blogueria

Nesse a gente organizou um brechó na casa da e eu comprei uma blusa ótima da Ju. Aqui, mesmo a gente tendo feito uma divulgação menor (porque era na casa de alguém) já eramos em 25 meninas e tínhamos sorteios rolando, mas o que eu mais lembro desse dia era um cupcake que nossa senhora que cupcake (dsculp).

2011 Tea Station

Se o bazar parece que foi há décadas, esse encontro do Tea Station parece que foi semana passada. Aqui a Mahara foi a primeira de nós a trazer UM FILHO (e que filho, meu deus o JP é lindo da gente perder a fala) e foi onde eu comecei a perceber o tempo passar.

 

Esses são os encontros que eu participei, teve uma época que tinha alguns eventos paralelos de sábado, mas nesses acabei não indo. Procurei fotos por aí, mas quase todas se perderam, acho que quem tem mais registros online ainda é a Paula (que cuida também do domínio do Blogueria e da conta no twitter).

Será se teremos mais encontros? Lembraremos os velhos temos? Tomaremos uns negocinhos? São questões.

BEDA 2016