Feminino

Mirena: O DIU de hormônio um ano depois

8 de fevereiro de 2017

O post sobre o Mirena (o famoso DIU de hormônio) é um dos mais acessados do blog e muita gente cai aqui googlando dúvidas sobre ele. Depois de um ano nessa vida, achei digno fazer uma atualização de como foram esses nossos 12 meses juntos.

Pra quem chegou agora, é interessenate ler o primeiro post porque lá tem a minha motivação muito bem explicadinha, mas o resumo da ópera é: a TPM trazia sintomas físicos e psicológicos horrorosos e o DIU de hormônio parecia a solução mais adequada para o momento. Procurei o Mirena nem tanto como contraceptivo, mas como um remédio para aquilo tudo que eu estava sentindo (com ele existia até a possibilidade de eu parar de menstruar).

Tem sido mais ou menos assim:

Cólicas

As primeiras semanas foram horríveis, os primeiros meses ruins, mas hoje acho que tenho uma cólica normal. Nunca fui de ter dores menstruais, então te-las agora é algo fora do comum pra mim, mas não me incomoda e, diferente dos primeiros meses, não chego nem a cogitar remédio (ah, no começo era novalgina e buscopan).

DIU de hormônio: a experiência com o Mirena

Cabelos e pele

Como contei naquele post, tive acne nas primeiras semanas (espinhas grandes e isoladas), mas sumiu tudo e hoje não vejo influência nenhuma do Mirena na pele. No cabelo não vi diferença em momento algum. Vida está normal.

DIU de hormônio: a experiência com o Mirena

Tava no Fluxo

Tenho escape todo mês. Todo mês. Dura um dia, um dia e meio no máximo. A cor é mais escura e a consistência mais grossa.

O acompanhamento

Então, o certo é fazer uma ultrassonografia transvaginal (é, AQUELA) a cada seis meses pra ver se está tudo certo. Mas eu pulei o primeiro exame (NÃO FAÇAM ISSO EM CASA, CRIANÇAS, É MUITO ERRADO E PODE GERAR BEBÊS) e aí teve…

Aquela vez que eu achei que o DIU tinha saído do lugar

Acordei, fui pro banheiro trupicando nas gatas (rotina), coloco o absorvente (fun fact: só uso o interno já tem sete anos, desde que ganhei um netbook em um concurso do site da OB), coloco lá, empuuuuuurro com o dedo e… uéééééé esse fio não fica assim.

DIU de hormônio: a experiência com o Mirena

Aí mexe, mexe, mexe com as mãos chiquititas e em dois minutos, totalmente bêbada de sono, às oito da manhã, eu vi a minha vida acabar.

No dia seguinte já estava sentadinha na sala da doutora jurando por DEUS que nunca mais na vida faria algo irresponsável (mas na mesma semana eu comprei um CUP NOODLES DE RISOTO?! risos).

No fim não tinha saído do lugar, só o fio que enrolou (sem razão aparente, voltou sozinho, seguimos bem), mas ela disse que era bom eu ter esse tipo de percepção porque se algo acontecer, eu vou notar logo.

Mirena: a experiência com o DIU de hormônio

O peso

Eu. Estou. Mais. Barriguda. O tal do ~círculo abdominal~ aumentou. E mesmo tendo engordado por causo de outras cousas nesse período, agora que voltei a emagrecer, vejo que o volume ali é mais ~característico~ mesmo. É diferente do que era quando eu estava com esse mesmo peso em outras épocas.

A TPM

Quando coloquei o DIU de hormônio a TPM desapareceu, mas depois de uns seis meses ela foi voltando aos pouquinhos, só que nada insuportável como era antes, veio pra algo de uma pessoa normal. Acho que no começo eu fui muito de um extremo à outro: de alguém que se sentia doente de verdade durante a TPM, pra mulher maravilha que não tinha alteração nenhuma. Quando o corpo se adaptou, as coisas ficaram apenas: comuns.

DIU de hormônio: a experiência com o Mirena

Fora tudo isso, vale acrescentar um comentário que a Tati fez lá no site: o DIU é caro, como os métodos alternativos à pílula ainda são no geral, e é muito feio empinar o nariz e falar como a vida sem pílula é a decisão certa, como evitar hormônios é uma escolha de amor ao corpo. Nunca é simples, nunca é fácil e nunca é escolha. Eu tive a chance de fazer pelo convênio (e como contei, mesmo assim foi uma saga). Conto aqui a minha experiência, caso ela ajude mais alguém, mas cada um sabe do seu corpo e esse é um dos casos em que a gente devia cuidar só do próprio umbiguinho. :)

Angústias e, observações: como é costume da casa, só deixar nos comentários.

You Might Also Like

11 Comments

  • Reply Lidyanne 13 de fevereiro de 2017 at 11:45

    Ai, eu queria TANTO que o mirena tivesse se adaptado bonitinho ao meu corpo. Ele parecia tão promissor ): acho que vou escrever um post também pra ter a contrapartida. Tenho cogitado até tirar. Tive tanto escape que mal me lembro dos períodos sem nada saindo lá embaixo :/ e quando “estabilizou”, passei a menstruar (na real parecia mais aquela borrinha escura de fim de ciclo) por 7, 10 dias, sendo que antes minha menstruação durava 5 dias. Tenho cólicas horrorosas, nível achar que vou parir um alien, e elas duram uma longa e dolorosa semana. E cara, minha pele tá um lixo eterno haha ficou muito muito oleosa, deu muita espinha no rosto, no colo, e nas costas. Enfim, comentário-desabafo 😛 mas é legal ver que funciona para outras pessoas, inclusive já indiquei para algumas pessoas e sempre compartilho seu post com elas <3

    • Reply nicas 15 de fevereiro de 2017 at 21:27

      Miiiiiga, que pena! Tem uma amiga que se dá muito mal com pílula no geral também e não quis arriscar o Mirena, aí ela está usando um implante de estrogênio e tá feliz da vida, uma nova mulher. Vale uma perguntada na próxima consulta. :)

  • Reply Dia 13 de fevereiro de 2017 at 12:12

    Olá, gostei muito dos seus posts. Coloquei o Mirena há quatro dias, no hospital com anestesia. Tinha tentado colocar antes sem e não aguentei a dor. Só tive um pequeno sangramento no primeiro dia, mas as cólicas não vão embora. É nimesulida e dipirona direto pra aguentar. Espero que passe logo e eu possa dar um bom testemunho.

    • Reply nicas 15 de fevereiro de 2017 at 21:28

      Espero que esteja melhor. :)
      Os primeiros dias são tensos, mas vai na fé e no buscopan e na bolsa de água quente (é, eu sei que tá calor, mas ajuda demais).

  • Reply Camila Rehbein 14 de fevereiro de 2017 at 00:53

    Ai Nicas, fui ler os posts sobre a sua experiência com DIU e nem respirei de tanta agonia haha mas é coisa minha mesmo, porque tenho semi-pânicos só de pensar em colocar algo dentro de mim. Eu parei de tomar pílula faz uns 6 meses, mas não aguentei o tanto de espinhas bizarras que saltaram no meu rosto, pescoço e costas (sim, pescoço – queemm tem espinha nesse lugar?). Conversei muito com a minha ginecologista, que é totalmente contra anticoncepcional, mas pela minha insistência me receitou um que ela diz ser mais “natural” para eu testar e ver se rola sentimento. Acho que não teria coragem de apostar do DIU :(

  • Reply Ana Beatriz Quinto 14 de fevereiro de 2017 at 22:01

    Oi! Eu nunca havia visitado o blog e já gostei muito, porque você compartilha suas experiências com honestidade. Eu comecei a usar anticoncepcional faz três anos, e mesmo que muita gente diga que os hormônios fazem mal, é muito difícil pra mim ficar sem eles. Eu também sofria com uma TPM horrível (uma cólica que quase me fazia desmaiar!) e muitas espinhas. Então o remédio só melhorou minha qualidade de vida mesmo.
    Conheço mulheres que usaram o DIU e a maioria gostou muito após passar esse processo de adaptação.
    P.S: Curti muito o seu post sobre o Whole 30!

  • Reply Sarah 18 de fevereiro de 2017 at 18:22

    Vc conseguiu o Diu mirena tb pelo plano? Ou foi só a colocação dele?
    Estou querendo muito colocar o Diu, mas estou com medo de não me adaptar. Acho que a empresa poderia devolver o dinheiro né? Kkkkkk pq R$800,00 é bem caro!

    • Reply nicas 18 de fevereiro de 2017 at 19:59

      Tem convênio que só cobre a colocação e convênio que cobre a colocação e o DIU, o meu cobriu tudo.
      Depende muito do médico também, no mesmo convênio teve médico que pediu pra eu comprar e me virar pra pedir reembolso e teve médico que disse que cuidava de tudo (compra e papelada do convênio) e que eu não tinha que fazer nada, só aparecer.

  • Reply Marry Vieira 21 de fevereiro de 2017 at 20:09

    Eu uso a 2 anos ,minha acne aumentou sim,e esse é meu único problema, não menstruo, não tenho cólica,escape?Uma vez por ano e olhe lá,queria saber oq fazer para melhorar a acne ,pq não quero tirar e voltar a ficar menstruada.

  • Reply Nayara Santana 4 de março de 2017 at 10:31

    Acabei de conhecer seu blog, através desse post. Coloquei o Mirena há um mês e em nenhum dia fiquei sem absorvente, menstruei e tive escape também. O pior de tudo é isso pq eu tô super desmotivada, incomodada, mas tentando aguentar, pq tem pouco tempo né, algumas pessoas levam de 3 a 6 meses pra adaptar, então tenho que ter paciencia.

    • Reply nicas 4 de março de 2017 at 12:01

      Oi Nayara! Algumas meninas comentaram ou mandaram email falando que também tiveram esse incômodo no começo. Nessa situação _EU_ faria um acompanhamento mais frequente com o médico, ir lá de 15 em 15, uma vez por mês, pra controlar direitinho, porque essa coisa é um saco e atrapalha demais a vida, as vezes ele pode fazer alguma coisa pra ajudar. :)

    Leave a Reply