Nunca liguei pra fotografar flores ou por(es?)-do- sol. Quando eu era criança, e os rolos de filme tinham preciosíssimas e contadíssimas 36 poses, Dona Conça, minha avó, exigia que todo e qualquer retrato tivesse como pano de fundo uma das plantas de seu jardim. Com o advento das câmeras digitais, ela viu ali a grande oportunidade das pessoas de fato fotografarem flores (e apenas flores). Essa é uma das paixões que não dividi com a minha avó (ao contrário de Engenheiros do Hawaii – que ela chamava de U2?). Talvez sejam os 30 chegando ou um excesso de Sakura Card Captors no começo da adolescência, mas eu sempre quis ver e fotografar a florada das cerejeiras e, ironia da vida, a Festa das Cerejeiras foi uma das saídas fotográficas que me rendeu melhores fotos.

Festival das Cerejeiras
Festival das Cerejeiras

A florada desse ano está prevista para a primeira semana de agosto e as festas devem ocorrer entre o dia 05 e o dia 07 (aka esse fim de semana). Aqui tem tudo o que você precisa saber:

Onde

Aqui em São Paulo a Festa das Cerejeiras mais conhecida fica no Parque do Carmo, um lugar famoso pra quem vem da ZL. Mas existem outros locais para ver as árvores de formas menos efusivas (tem um templo em Itapecerica e um parque em Campos do Jordão).

Quando

Todos os pés de cerejeira de uma mesma região florescem no mesmo dia. No mesmo dia. Claramente árvores muito pontuais. A florada costuma ser entre a última semana de julho e a primeira de agosto e dura aproximadamente quinze dias (depois disso as flores são levadas pelo vento até infinito e aí só ano que vem). A Festa das Cerejeiras do Parque do Carmo começa nessa sexta e vai até domingo, mas nada te impede de ir nos outros dias só para passear.

Horário

Cedo. Cedo mesmo. Quando eu fui, a gente chegou as sete da manhã. O Parque do Carmo já é um lugar lotado em dias normais e não é nada fácil de transporte público, então você pode levar horas pra sair do estacionamento se for de carro (isso se você conseguir entrar, o que é quase certo que não vai acontecer). Indo cedo, dá pra parar na rua, a luz é melhor e tem bem menos gente do que depois das dez. Sabe aquele post das diferenças entre expectativa e realidade de pontos turísticos? O horário aqui é a chave pra você dar de cara com o primeiro caso e não com o segundo.

O que mais tem lá

Odeio essa nova conjuntura cultural atual onde todo lugar tem que ter um palco. Não pode ser só uma feira de cerveja artesanal, tem que ter um palco. Festival do chocolate? Tem que ter um palco. Uma florada, no coração de um parque? E se a gente colocasse um palco? Acho taiko lindo e amo barraquinhas de comida (e irei protegê-las), mas a vida me transformou em uma pessoa que odeia barulho. A partir das dez tem discurso de todas as associações japonesas da cidade, apresentações de taiko, tai chi, dança e tudo o mais que você puder imaginar. Evite.

Mas e se eu quiser levar pra casa?

Dá sim! Um grupo de ba-chans vende mudas durante todo o evento, não lembro o preço, mas elas já vem em um tamanho que me parece garantia de sucesso.

Quanto

De graça, só chegar.

Festa das Cerejeiras
Festa das Cerejeiras
Festa das Cerejeiras
Festa das Cerejeiras
Festa das Cerejeiras
Festa das Cerejeiras
Festa das Cerejeiras

38ª Festa das Cerejeiras

Data: 5, 6 e 7 de agosto de 2016
Horário: Sexta: 12h às 17h / Sábado e domingo: 9h às 17h
Local: Parque do Carmo – Portão 3 – Av. Osvaldo Pucci, s/nº, – Itaquera

BEDA 2016